Local Meio Ambiente

Santos apresenta planos de ação ambiental em parceria com agência alemã

12/01/2022
Divulgação/Prefeitura de Santos

Na próxima quinta-feira (13/1), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santos, em parceria com a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ), promove o evento online “Dia de Adaptação e Resiliência Urbana Santista”. Durante o encontro serão entregues o Plano de Ação Climática de Santos, o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, o projeto de Adaptação Baseada em Ecossistemas do Monte Serrat e o projeto de Governança Climática Local para o Avanço da Adaptação. Para participar é necessário realizar a inscrição.

O chefe da Seção de Mudanças Climáticas, Eduardo Hosokawa, explica que a elaboração dos planos que serão debatidos teve início em 2018. “Nesse processo, o pioneiro Plano Municipal de Mudança do Clima de Santos foi atualizado e o novo Plano de Ação Climática de Santos (Pacs) é mais ambicioso e inovador. Pautado nos compromissos globais, é o resultado de um processo participativo que envolveu parceiros técnicos, membros da academia e da sociedade civil. Traz modelagens inéditas customizadas para realidade local, sendo um importante instrumento não apenas para os tomadores de decisão do Município, mas também para toda Baixada Santista, além de servir como inspiração para outros municípios”, explicou.

A diretora do Apoio ao Brasil na Implantação da sua Agenda Nacional de Adaptação à Mudança do Clima, Ana Carolina Câmara, destaca que “Santos se destaca pela capacidade técnica e por iniciativas inovadoras para o enfrentamento dos efeitos locais das mudanças globais do clima, que impactarão diretamente a qualidade de vida na Cidade”.

Ana Carolina afirma que o Dia de Adaptação e Resiliência Urbana Santista coroa os esforços de planejamento do Município e dá início a uma nova era de implementação de ações inovadoras. “A Prefeitura apresentará os principais planos locais para tornar a Cidade adaptada, inclusiva e aumentar a resiliência climática do Município.  A GIZ teve a satisfação de cooperar em todo o processo de elaboração desses planos, que, de forma participativa, envolveu múltiplos atores locais na definição das ações de médio e longo prazo e no desenho do novo arranjo institucional para a governança climática do Município. Com essa iniciativa, Santos se consolida como referência para os municípios do Estado de São Paulo e do Brasil”.