Meio Ambiente

Jardim Botânico de Santos ensina técnicas de agricultura urbana

11/02/2021
Jardim Botânico de Santos ensina técnicas de agricultura urbana | Jornal da Orla

Um espaço de 300 metros quadrados dentro do Jardim Botânico Chico Mendes de Santos (Bom Retiro) de muita educação ambiental. Esse é o Centro de Aprendizagem em Compostagem e Agricultura Urbana, um lugar onde pessoas de todas as idades podem aprender técnicas de compostagem ou formas de plantio, por meio de visitas monitoradas ou oficinas.

 

Quando chegam ao local, muitos nunca ouviram falar em compostagem, que é transformar resíduos como restos de alimentos e de podas em adubo orgânico. "Aqui eles aprendem os métodos mais propícios para diferentes lugares como apartamentos, condomínios ou sítios, por exemplo. Além disso, ensinamos a fazer a própria composteira doméstica", diz Victor Nagib Moreira, chefe de seção ambiental do Jardim Botânico.

 

Com o próprio insumo da compostagem, os visitantes aprendem a fazer o plantio de hortaliças e plantas ornamentais, com dicas de como cuidar, regar, podar, e até de fazer jardins verticais. No final da visita, também ganham biofertilizante, que  possui alto teor de nutrientes.

 

Para saber mais sobre as técnicas de agricultura urbana, basta ir até o parque.  Para agendar visitas,  escolas podem obter mais informações pelo telefone (13) 3203-2905 ou pelo e-mail victormoreira@santos.sp.gov.br. Já as oficinas são divulgadas ao longo do ano. 

 

Criado em setembro de 2020 em um mutirão que envolveu diversos setores da Prefeitura e voluntários, o Centro está aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O Jardim Botânico fica na Rua João Fraccaroli s/nº Bom Retiro.  

 

A cidade ainda possui um centro no Orquidário, que ainda está fechado em razão das restrições da pandemia de covid-19. Ambos fazem parte do programa Composta Santos, desenvolvido com apoio financeiro do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal com apoio técnico do Fundo Nacional do Meio Ambiente.

 

Instituições podem solicitar composteiras
Instituições como escolas, ONGs e clubes podem solicitar composteiras-minhocários à Secretaria de Meio Ambiente. A entrega dependerá da proposta de trabalho da instituição, que deverá enviar relatório mensal, demonstrando que está difundindo os conceitos da compostagem. O contato é pelo e-mail andrenascimento@santos.sp.gov.br. Atualmente, 48 desses equipamentos estão sendo utilizados nessa iniciativa.