Local

Fonte luminosa da Praça das Bandeiras, em Santos, volta a funcionar

21/01/2022
Divulgação/Prefeitura de Santos

Após uma semana de obras, a Fonte 9 de Julho, mais conhecida como fonte luminosa, na Praça dos Bandeiras, no Gonzaga, voltou a funcionar na quinta-feira (20/1). A pintura, última etapa do serviço de manutenção, encerrou os trabalhos, que também envolveram esvaziamento da fonte, limpeza completa dos 32 bicos de jato de água e revisão elétrica no sistema de iluminação.

A tinta que agora reveste o interior da fonte é a mesma utilizada nas demarcações de solo, mais resistente à água. Os jatos d’água voltarão a intercalar as cores verde, vermelho, amarelo e azul, na tradicional coreografia.

Os trabalhos também contaram com reparos nos paralelepípedos, pintura da mureta junto às bandeiras e a caiação das guias.

História

A Fonte 9 de Julho foi inaugurada nesta mesma data, em 1936, em homenagem à participação santista na Revolução Constitucionalista ocorrida quatro anos antes.

Decorada com anjos e peixes, e com esguichos principais alcançando 12m de altura, o local é um dos cenários escolhidos por santistas e turistas para selfies e fotos. À direita da fonte está o bonde 46, que em setembro passado recebeu envelopamento especial para as comemorações da Semana da Primavera.

Compondo o cenário, bandeiras do Brasil, do Estado de São Paulo, de todos os outros estados da federação e a do Município junto à mureta que delimita o espaço junto à faixa de areia. Ladeando as bandeiras, estão duas luminárias instaladas em 1920, que originalmente encontravam-se no entorno do Monumento a Braz Cubas, o primeiro em praça pública da Cidade, inaugurado em 1908.