Sem categoria

Praça Mauá terá ação sobre anemia falciforme

19/10/2021
Praça Mauá terá ação sobre anemia falciforme | Jornal da Orla

Desmistificar a ideia de que a anemia falciforme está relacionada somente à população afrodescendente. Esse é um dos objetivos da ação alusiva ao Dia Nacional de Luta pelos Direitos das Pessoas com Doenças Falciformes, lembrado no dia 27 de outubro. Em Santos, a ação será na próxima segunda-feira (25), das 10h às 14h, na Praça Mauá, no Centro.

 

Organizado pela Coordenadoria de Promoção de Igualdade Racial e Étnica (Copire) e pelo Conselho Municipal da Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra e de Promoção da Igualdade Racial e o apoio da Secretaria de Saúde de Santos, o evento buscará conscientizar sobre a anemia falciforme, com panfletos produzidos pela Copire, além de oferecer teste de glicemia e aferição de temperatura.

 

Segundo explica o coordenador da Copire, Ivo Miguel Evangelista, a anemia falciforme, embora tenha prevalência na população afrodescendente, também passou a ser diagnosticada em outros grupos étnicos, por causa da miscigenação. 

 

Hereditária, a anemia falciforme é uma doença do sangue conhecida há muito tempo. Sua principal característica é alteração no glóbulo vermelho do sangue. Os principais sintomas são a anemia crônica, icterícia (cor amarelada na pele e no branco dos olhos), síndrome mão-pé (inchaço doloroso nas regiões dos punhos e tornozelos) e crises dolorosas (principalmente em ossos, músculos e articulações).