Sem categoria

Santos tem 70chr37 dos moradores com imunização completa contra a covid

19/10/2021
Santos tem 70chr37 dos moradores com imunização completa contra a covid | Jornal da Orla

Santos atingiu a marca de 70% da população geral com a imunização completa contra a covid-19 (segunda dose ou dose única) na segunda-feira. Em primeira dose, o índice chega a 85,8% e mais de 22,1 mil pessoas já tomaram a dose de reforço. Os índices foram calculados com base na atualização do Vacinômetro do Governo do Estado de São Paulo, plataforma oficial de divulgação das doses aplicadas e cadastradas.

 

“Mais um importante marco para a vacinação contra a covid em Santos. Temos postos funcionando diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados, para que as pessoas não deixem de se vacinar. Na Baixada Santista, Santos é a que apresenta o maior índice de pessoas com esquema vacinal completo, o que nos orgulha muito. O santista está consciente da importância da vacina para a proteção de si mesmo e da coletividade”, destaca o prefeito Rogério Santos.

 

Pode receber a primeira dose qualquer pessoa com mais de 12 anos. A segunda é destinada àqueles que já cumpririam o intervalo da primeira: CoronaVac, 28 dias; Pfizer, 56 dias; AstraZeneca, 12 semanas. Embora o Ministério da Saúde tenha anunciado, na última sexta-feira (15), a redução do intervalo entre as doses de AstraZeneca para 8 semanas, o Município aguarda a manifestação oficial por parte do Governo do Estado de São Paulo, responsável pelo envio das doses.

 

Já a dose de reforço é oferecida, a partir desta terça (19), às pessoas com 60 anos ou mais, além dos trabalhadores da saúde que tomaram a segunda dose ou única há 180 dias e os imunossuprimidos que receberam a segunda dose ou única há 28 dias.

 

“Ainda temos o registro de 5% das pessoas que tomaram a primeira dose e não retornaram aos postos para a segunda. Seguimos com a busca ativa e fazemos um chamado para que procurem as unidades. Somente após a segunda dose é que a imunização se efetiva. Todos os imunizantes estão disponíveis”, reforça o secretário de Saúde em exercício, Denis Valejo.