Mundo Pet

Filhotes de cães e gatos aguardam novas famílias em abrigo de São Vicente

30/07/2021
Filhotes de cães e gatos aguardam novas famílias em abrigo de São Vicente | Jornal da Orla

A falta de consciência das pessoas faz com que muitos animais acabem abandonados nas ruas. Foi o que aconteceu com três filhotes de cães, sem raça definida, que estão no Departamento de Zoonoses de São Vicente à espera de um lar. São dois de pelagem branca, que ganharam os nomes de Gabriel e Rafael, e um de pelagem preta, batizado de Miguel. 

 
Infelizmente, eles não são os únicos e as histórias de maus tratos e abandonos se cruzam quase que diariamente na rotina da Dezoon. Além desses filhotes, o departamento está com 11 cães adultos. Entre eles, o Diego, cão com pelagem preta, de dois anos, que participou da Black Saturday, com o intuito de apresentar cães de pelagem preta para adoção, pois são os menos escolhidos no momento da adoção, recentemente.

 
Ele foi o único, entre os quatro que estavam para adoção, que não foi adotado. “Ele é um amor, gosta de todos, inclusive crianças”, explica Dra. Alessandra Silva Gonçalves, chefe de departamento na Dezoon e veterinária.

 
A cadelinha Mirela, com aproximadamente um ano e meio, é outro animal que espera um novo lar desde abril deste ano. “Ela foi resgatada, faminta, junto com sua ninhada de filhotes. Foi vítima do abandono e da negligência do ser humano, e mesmo com todas as dificuldades nunca deixou de ser dócil. É muito brincalhona. Agora, ela só precisa de um lar amoroso e responsável”, comenta a veterinária.

 
Outro bichinho que anseia por um lar é a Pedrita, com dois anos, que foi resgatada atropelada, numa condição clínica muito ruim, sem conseguir andar. De acordo com a Dra. Alessandra “ela agora está reabilitada, foi castrada e busca um lar amoroso e responsável”.

 
Talita é o nome de outra cachorrinha, de porte pequeno para médio, que tem dois anos. Ela está vermifugada e castrada, esperando por uma família que lhe dê amor e carinho. É doce, brincalhona, gosta de crianças, e ainda acredita na espécie humana, mesmo depois da maldade que fizeram com ela, pois foi abandonada num momento delicado, quando estava com sua ninhada. Agora, seus filhotes foram adotados, e ela está ansiosa para ter uma família.

 

Quem quiser adotar um cão ou um gato, é só comparecer ao Departamento de Zoonoses de São Vicente (Rua Catalão, 530 – Vila Voturuá), de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h, com comprovante de residência e documento com foto. Informações pelo (13) 3561-1604.