Geral

Matriz Swot: como se aplica em uma empresa grande?

16/07/2021
Matriz Swot: como se aplica em uma empresa grande? | Jornal da Orla

Você sabe o que grandes empresas, como o Google, fazem para se manter no topo? Elas usam diversas ferramentas de gestão e inovação e a matriz swot é uma delas.

 

No mercado competitivo de hoje, os empresários não podem descuidar de seus negócios. Afinal, a menor queda de desempenho pode significar perdas desastrosas para a empresa.

 

Porém, são poucos os gestores que realmente entendem sua empresa e o mercado.

 

Neste conteúdo, vamos falar sobre como a técnica swot pode ajudar sua empresa a se destacar.

Boa leitura!

 

O que é matriz swot?

 

A matriz swot é, como o próprio nome diz, uma matriz. No caso, se trata de uma matriz 2×2, contendo 4 divisões. Com esse diagrama simples, os gestores podem ter ótimos insights sobre o negócio.

 

A sigla “swot” vem das seguintes palavras:

 

  • Strength: pontos fortes de sua empresa.

  • Weakness: pontos fracos do negócio.

  • Opportunities: oportunidades de mercado.

  • Threats: ameaças para seu negócio.

 

Chamamos de FOFA em Português, devido às iniciais de cada seção da matriz em nosso idioma. Em geral, empresas de renome, como o Google, Nestlé e Planejador Web, costumam usar a sigla em inglês (swot).

 

Forças

 

As forças dizem respeito às qualidades de sua empresa, que ela também pode controlar. Ou seja, são os pontos positivos acessíveis ao gestor e que, portanto, podem ser usados como diferenciais.

 

Aliás, a palavra “diferenciais” se encaixa muito bem aqui, dado que cobre todos os pontos fortes – e suas consequências.

 

Portanto, na hora de construir sua matriz swot, se questione sobre os diferenciais de seu negócio. Um bom atendimento, marketing eficiente ou uma excelente equipe de vendas são alguns exemplos.

 

Fraquezas

 

No que tange às fraquezas, é importante ser bastante crítico acerca de sua empresa, e procurar até mesmo nos menores pontos. Muitas vezes os gestores ignoram as fraquezas da organização – e isso tem consequências drásticas.

 

Faça um estudo detalhado de sua empresa. Da mesma maneira, estude as ações que seus concorrentes diretos praticam. Compare sua empresa com a deles e, através do desempenho, elabore as fraquezas de seu negócio.

 

Note que só entram pontos que sua empresa pode controlar. Ou seja, eventos externos não devem ser inseridos aqui.

Oportunidades

 

As oportunidades, ao contrário de nossa intuição, não estão relacionadas com eventos que podemos controlar. Portanto, são cenários esporádicos que estão além de nossa capacidade de manobra.

 

No entanto, mesmo sem poder controlar esses eventos, o resultado final, se aproveitados, é positivo para seu negócio.

 

Para o Google, por exemplo, um evento para faturar mais com tráfego pago é a terça tech, da Amazon. 

 

Se o valor do clique for diminuído nesse dia, milhões de afiliados Amazon vão investir mais em anúncios patrocinados, aumentando o faturamento da empresa.

 

Então, mesmo que o Google não controle a terça tech, ele consegue usar esse evento a seu favor, o que é a definição de oportunidade.

 

Ameaças

 

Ao contrário das oportunidades, as ameaças sempre vão resultar em algo negativo para sua empresa.

 

Da mesma forma que você se prepara para usufruir de uma oportunidade, deve se preparar para minimizar problemas advindos das ameaças.

 

Um exemplo clássico de ameaça são as catástrofes naturais. De fato, são eventos fora do controle de sua empresa, e que sempre dão prejuízos – de uma maneira ou de outra.

 

Quando você completar todos os espaços da matriz, vai perceber que há relações claras entre forças e oportunidades, assim como fraquezas e ameaças. Isso ajuda a levar sua empresa a outro patamar.

 

Para que serve a matriz swot?

 

Em resumo, se trata de uma forma de enxergar todas as qualidades da empresa, tanto positivas quanto negativas, assim como ameaças e oportunidades presentes no mercado em que está inserida.

 

Das centenas de benefícios que a matriz swot oferece, vale destacar os seguintes:

 

  • Tomar decisões assertivas. 

  • Planejamento estratégico. 

  • Manter a competitividade.

 

Vamos comentar um pouco sobre cada tópico:

 

Tomar decisões assertivas

 

Ao saber os pontos fortes e fracos de sua empresa, assim como das ameaças e oportunidades, a equipe de gestão pode tomar decisões sólidas. 

 

Portanto, negócios que usam essa matriz raramente são pegos de surpresa – e geralmente têm planos de escape.

 

Planejamento estratégico

 

Em geral, bons gestores usam as forças contra as fraquezas, visando diminuir as debilidades da empresa. Uma matriz swot ajuda muito a elaborar planos de ação, seja de curto, médio ou longo prazo.

 

Dessa forma, o negócio está sempre em otimização, conquistando cada dia mais espaço no mercado.

 

Manter a competitividade

 

Por fim, a empresa consegue se manter competitiva por muitos anos – como o Google, Apple e assim por diante. 

 

Isso acontece porque os gestores aproveitam ao máximo tanto os recursos internos quanto as oportunidades externas. 

 

Ou seja, sem eventos positivos, a empresa cresce minimizando fraquezas e explorando forças; com eventos positivos, ela ainda usa esse cenário a seu favor.

 

A matriz swot é uma ferramenta muito interessante, não é verdade? Se gostou deste conteúdo, compartilhe!